Depois de Mad Max, a Avalanche Studios troca as paisagens pós-apocalípticas por um vibrante e bombástico mundo aberto em Just Cause 3, onde o foco são as acrobacias e destruição. Esta série é sobre espetáculo e Just Cause 3 cumpre isso muito bem – a questão é se essa tecnologia entrega toda essa pirotecnia e ainda se mantém nos 30fps.

Na teoria, o motor da Avalanche deve conseguir entregar este tipo de experiência – foi construído para isto. Mad Max cumpriu isso nas 3 plataformas e é um dos jogos AAA tecnologicamente mais desafiantes que oferece uma experiência quase idêntica entre o Xbox One e PlayStation 4, junto com uma performance consistente.

Mas Just Cause 3 é diferente – como a análise inicial revelou. Não há dúvidas que cumpre sua proposta, mas a tecnologia sente o esforço nos consoles e os testes em um PC de média gama sugerem que a versão para PC possa ser a melhor experiência. O problema é o nível de instabilidade. O estúdio prometeu correções e pediu paciência. Depois de uma semana com a versão PC, a natureza aleatória de certos problemas é irritante. É um jogo lindo, que oferece melhorias visuais limitadas mas eficazes sobre os consoles, mas a capacidade de corrigir os problemas na performance e manter os 60fps elevaria o gameplay.

Read more…

Source: New feed Brasil Gamer Ps4