Os desenvolvimentos que têm sido aplicados aos carros nos últimos anos têm mostrado de forma clara qual vai ser o futuro. Todas as grandes marcas querem estar presentes com as suas propostas.

Se a Google é de todas a que mais cresceu no campo dos veículos autónomos, é agora a hora de chegada das primeiras concorrentes. A Baidu foi a mais recente empresa a chegar a esta área.

A oferta da Baidu, detentora do maior motor de pesquisa chinês, é elevada e abrange áreas onde outras empresas não conseguem alcançar. Está ao nível das maiores do mundo, não só em termos de tecnologias que controla e domina mas também na inovação e nos desenvolvimentos que faz.

Depois de ter iniciado o seu programa de testes e de criação de tecnologias para equipar os seus veículos autónomos, a Baidu conseguiu já terminar uma das mais importantes baterias de testes e provar que a tecnologia que criou pode ser usada em situações do dia-a-dia.

O seu BMW Série 3, devidamente alterado, conseguiu comportar-se de forma exemplar em testes de estrada, onde foi submetido a tráfego intenso. Neste primeiro teste real, o carro da Baidu percorreu mais de 30 quilómetros, tendo partido e regressado à sede da Baidu em Pequim. Nesse trajecto as situações encontradas foram de trânsito real, tendo o carro circulado a 100 km/h em alguns momentos e conseguido ajustar-se e reagir ao comportamento dos outros condutores.

baidu_carro_2

Toda a tecnologia usada para conduzir este carro foi criada pela Baidu, com especial destaque para o seu sistema de mapas HAD (highlight automated driving) que está no centro do Baidu AutoBrain, a sua tecnologia principal de condução.

A Baidu está em conversação com vários fabricantes para que, muito em breve, comecem a produção de veículos autónomos assentes nesta sua tecnologia. Este foi um passo de gigante que a Baidu deu para se afirmar neste ainda muito pequeno mercado, mas que em breve deverá despontar e crescer.

Via: pplware

Fonte(s): pplware

Source: New feed pplware Linux