Exploit do PlayStation 4 surge em modo online

0
106

A pirataria se fazendo presente no mundo dos games novamente

Acontecimento muito presente em se tratando do mundo dos games, a pirataria consegue atingir até mesmo os consolos mais modernos, repletos de novas tecnologias. Podemos citar por exemplo o Play Station 4, que recebia um chip, que possibilitava que que o console rodasse jogos gravados na clandestinidade.

Tudo leva a crer, que o Play Station 4 é a bola da vez, em 2015 recebeu um jailbreak, com uma versão de firmware muito baixa para ser rodado. Para entendermos melhor o que isso tudo significa, jailbreak quer dizer que existe um escalonamento de privilégios para o processo de remoção de restrições de softwares.

Recentemente, foi liberado de modo online um exploit para a versão do sistema 4.05, deixando em aberto o uso de códigos arbitrários no console. Exploits são comandos, dados ou uma parte de software que se utilizam de uma vulnerabilidade para invadir um sistema e ter acesso as suas funcionalidades.

Interessante saber que os hackers não desativaram as defesas anti-pirataria existente no Play Station 4!

Segundo o que os próprios desenvolvedores do exploit mencionaram, trata-se de uma implementação completa do recurso “namedobj” da versão 4.05 do PS4. O objetivo aqui é alcançado dando permissão para jailbreak e permitindo modificações a nível de kernel no sistema.

Para agir o exploit inclui um loader compatível com os payloads na porta 9020, que tem a função de os executar após o recebimento. Segue lista com a patches inclusos e feitos por default na cadeia ROP do kernel:

  • Desabilitar a proteção de gravação do kernel

  • Permitir mapeamento de memória MRX

  • Resolução dinâmica (sys_dynlib_dlsym) permitida em qualquer processo

  • Chamada de sistema personalizada #11 (kexek()) com a função de execução de código arbitrário no kernel.

  • Permissão para chamar o setuid para usuários não privilegiados, funcionando como uma verificação de status, dobrando a escalação de privilégios.

Dessa forma, consegue-se perceber que embora os desenvolvedores do exploit não bloqueassem o dispositivo antipirataria, outros estariam livres para esse propósito. Com o advento do exploit, a indústria da pirataria atinge mais uma vitória contra as fabricantes de consoles e jogos.

Melhores Preços: Buscapé

Fonte(s): PlayStation 4