É preciso dar o crédito a Treyarch – os jogos Call of Duty deste estúdio sempre quebraram barreiras em termos de escala e espetáculo. Black Ops 3 oferece mais uma campanha bombástica, apoiada por um cooperativo para 4 jogadores, junto com modo de tela dividida para dois. As ambições tecnológicas do estúdio em termos visuais são espantosas: renderização por físicas, simulação de iluminação global e um conjunto de efeitos pós fantástico que tornam esta campanha na mais impressionante em termos visuais.

Mas será que o estúdio puxou muito pela tecnologia? A demo cooperativa na campanha revelada na E3 deixou preocupações: os frames ficavam longe dos 60fps desejados, indo abaixo de 30fps. Além da otimização, parece que o estúdio implementou outra peça de tecnologia ambiciosa para solucionar o desafio à performance: conversão dinâmica de resolução. O ajuste do número de pixeis no momento, dependendo da carga sobre o motor – é uma forma de libertar um tempo valioso no GPU sem comprometer de forma permanente a qualidade de imagem, algo que produziu resultados suaves em Halo 5.

Como funciona em Black Ops 3? As versões para Xbox One e PlayStation 4 rodam a 1080p nas cutscenes e na maior parte delas temos full HD. Anti-aliasing é gerida por SMAA, providenciando com sucesso uma boa cobertura nas arestas geométricas, mas é aparente algum borrão nas texturas. O PS4 não parece ir abaixo de 1080p nestas cenas enquanto o One parece transitar para 1728×1080 antes de passarmos para o gameplay – onde o conversor funciona de verdade.

Read more…

Source: New feed Brasil Gamer Ps4