Há mudanças a decorrer que vão mudar a forma como vemos o mundo e como interagimos com ele. A realidade virtual e os vídeos de 360 graus vão alterar profundamente como produzimos e consumimos os conteúdos.

A Nikon já chegou a este mercado e a sua nova câmara, a KeyMission 360, mostra que entrou de forma firme e com armas de peso.

A KeyMission 360 foi uma das várias propostas que a Nikon apresentou na CES 2016 e vem trazer a conhecida marca para o novo mercado dos vídeos 360º.

Para obter o efeito 360 graus, a Nikon montou duas câmaras com lentes de grande angular, do mesmo estilo que as GoPro, na frente e na traseira. Estas câmaras são capazes de gravar a 4K e o combinar destes 2 vídeos, directamente na câmara, permite ter uma visão de 360 graus do ambiente circundante.

Mas esta câmara tem particularidades únicas que a vão colocar no topo das preferências dos utilizadores. A mais relevante é trazer já de raiz a capacidade de gravar vídeos em 4K.

Para além destas características de peso, que só por si mostram que a KeyMission 360 é uma câmara de topo, a Nikon criou também um produto que é robusto, resistente a choques e à água, e que tem a conectividade necessária para partilhar de imediato as criações feitas.

 

As especificações (prováveis) da KeyMission 360 revelam tudo o que foi dito antes:

  • Vídeo 360º em 4K
  • Electronic Vibration Reduction In-Camera
  • À prova de choque até 2 metros
  • À prova de água até 30 metros
  • Conectividade Bluetooth/WiFi
  • Porta HDMI
  • Utiliza cartões MicroSD (a confirmar)
  • Do tamanho de uma GoPro
  • Disponibilidade: Primavera de 2016
  • Preço: A ser anunciado





Vejam o exemplo abaixo, já filmado com a KeyMission 360, e controlem-na com o vosso teclado.

Esta é uma proposta que irá com certeza competir com as actuais ofertas que marcas como a GoPro tem no mercado. A facilidade com que será possível criar vídeos de 360 graus, numa máquina portátil e com todos os elementos necessários totalmente integrados.

A jogada da Nikon é clara e quer a sua quota de mercado nesta nova área que neste ano deverá explodir e mostrar todas as suas possibilidades.

Via: pplware
Fonte(s): pplware
Source: New feed pplware Linux