Nascido das cinzas de Rainbow Six Patriots, a mais recente entrada na série da Ubisoft se chama Tom Clancy’s Rainbow Six Siege para Xbox One, PS4, e PC. Um shooter multiplayer táctico que usa o motor AnvilNext da Ubisoft com locais realistas e lindos, prontos para a ação. O fato de um FPS táctico de pequena escala ter sido criado com tecnologia feita para jogos de grande escala com mundo aberto surpreende, mas os resultados são excelentes. Os benefícios do motor AnvilNext são claros, iluminação muito natural e materiais realistas. Siege não é um jogo lindo, mas se olharmos ao redor, existe beleza. Muitos dos interiores apresentam iluminação indireta natural com pedra e metal realista, relembrando o deslumbrante Assassin’s Creed Unity.

A Realblast é a estrela aqui – tecnologia que permite ambientes que podemos destruir totalmente em micro escala. Ao invés de destruir edifícios à lá Battlefield, os jogadores podem destruir gradualmente estruturas. Podemos danificar uma parede, criar buracos no chão, ou colocar explosivos para destruir uma barricada. A penetração de balas está presente e os efeitos sonoros ao perfurar diferentes superfícies varia muito de acordo com os materiais.

A tecnologia muda o jogo e torna-o num dos shooters mais dinâmicos que já jogamos. É fascinante ver as suas utilidades. Podemos criar buracos no teto para monitorar uma entrada, derrotar inimigos através de uma parede pendurados por uma corda, ou confundir o inimigo com diversas explosões em simultâneo. Mesmo quando sentimos que temos conhecimento estratégico do mapa, somos regularmente surpreendidos pelo o que é possível fazer. A Realblast está presente nas 3 versões, mas como se comparam os visuais?

Read more…

Source: New feed Brasil Gamer Ps4